Recomposição do reajuste 2020 conforme orientação da ANS

Devido à pandemia, em agosto de 2020 a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu os reajustes de planos de saúde no período de maio a dezembro de 2020. Já em 19 de novembro de 2020, o órgão definiu as diretrizes para a retomada dessa cobrança.

Confira nos links abaixo como funcionarão os reajustes, de acordo com seu tipo de plano.

Recomposição do reajuste 2020 de Contrato de Plano de Assistência à Saúde Individual / Familiar

Caro beneficiário,

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) definiu que a partir de janeiro de 2021 haverá a retomada da cobrança dos reajustes anuais e por faixa etária, que foram suspensos no ano de 2020 em razão da pandemia do novo coronavírus. A Agência determinou, também, que a cobrança retroativa correspondente à diferença dos reajustes não cobrados deverá ser diluída em 12 parcelas iguais e sucessivas, com vencimento a partir de janeiro de 2021. Portanto, a partir de janeiro de 2021, os boletos serão emitidos com o percentual de reajuste definido pela ANS (de 8,14%), acrescidos dos valores retroativos, além dos valores decorrentes de alteração de faixa etária que, como já mencionado, serão divididos em 12 vezes e cobrados no período de janeiro a dezembro de 2021.

Confira exemplos de como poderão ser aplicados o reajuste com os valores retroativos:

Os exemplos acima são meramente ilustrativos com o objetivo de facilitar a compreensão quanto à forma de cobrança da mensalidade dos contratos que tiveram reajuste anual e/ou por faixa etária suspensos durante o ano de 2020.

Os valores, percentuais de reajuste e o número de meses para o cálculo de cobrança retroativa observam as previsões contratuais, as datas de aniversário do seu contrato (data base) e as datas de mudança de faixa etária.

Para mais informações acesse: http://www.ans.gov.br/aans/noticias-ans/consumidor/6034-ans-define-que-recomposicao-do-reajuste-suspenso-em-2020-sera-parcelada-em-12-meses

Recomposição do reajuste 2020 de Contrato de Plano de Assistência à Saúde Coletivo – PME*

Caro Cliente,

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) definiu que a partir de janeiro de 2021 haverá a retomada da cobrança dos reajustes anuais e por faixa etária, que foram suspensos no ano de 2020 em razão da pandemia do novo coronavírus. A Agência determinou, também, que a cobrança retroativa correspondente à diferença dos reajustes não cobrados deverá ser diluída em 12 parcelas iguais e sucessivas, com vencimento a partir de janeiro de 2021. Portanto, informamos que, a partir de janeiro de 2021, os boletos serão emitidos com o percentual de reajuste definido para o seu contrato, acrescidos dos valores retroativos, incluídos aqueles decorrentes de alteração de faixa etária, como já mencionado, serão divididos em 12 vezes.

Confira exemplos de como poderão ser aplicados o reajuste com os valores retroativos:

Os exemplos acima são meramente ilustrativos com o objetivo de facilitar a compreensão quanto à forma de cobrança da mensalidade dos contratos que tiveram reajuste anual e/ou por faixa etária suspensos durante o ano de 2020.

Os valores, percentuais de reajuste e o número de meses para o cálculo de cobrança retroativa observam as previsões contratuais, as datas de aniversário do seu contrato (data base) e as datas de mudança de faixa etária.

Para mais informações acesse: http://www.ans.gov.br/aans/noticias-ans/consumidor/6034-ans-define-que-recomposicao-do-reajuste-suspenso-em-2020-sera-parcelada-em-12-meses

(*) De acordo com o seu plano contratado

Ainda está com dúvidas sobre a Recomposição do reajuste 2020? Confira perguntas e respostas sobre o tema no site oficial da ANS – clique aqui.